Contact
Subscribe to our newsleter
Free Design Software
rfq rfq

FICHA TECNICA

  • Rio de Janeiro - RJ
  • Brasil
  • Arquiteto :
    Piratininga Arquitetos Associados - José Armênio de Brito Cruz autor e Fabiana Stuchi coordenadora
  • 2001 - 2003
  • Cliente :
    Particular
  • Engenharia :
    Estrutura: Kurkdjian & Fruchtengarten Engenheiros Associados
    Fundação: Cepollina Engenheiros Consultores
    Instalações: Hélio Luiz de Almeida
  • Construtora :
    Pedroza Joppert Engenharia
  • Fotógrafo :
    Maira Acayaba / Piratininga Arquitetos Associados
  • WWW

LIENS

Residência Itanhangá



O projeto da residência em Itanhangá, no Rio de Janeiro (cidade litorânea, com clima quente e úmido) considerou a particularidade de um terreno de 900m2 com a presença marcante de árvores com porte e idades significativos. A solução adotada no projeto partiu da intenção de implantar a casa no terreno com o mínimo de impacto possível nas árvores existentes. Uma casa na copa das árvores, organizada de modo a conviver harmoniosamente com uma natureza marcante.

O programa foi atendido em dois blocos transversos. O bloco maior, no sentido longitudinal do terreno abriga, no andar superior, os quartos da família, sala de estar e escritório, este último separado por um pátio com uma árvore preservada, criando um micro clima que contribui para a ventilação e garante o isolamento do espaço de trabalho, com entrada independente por um passarela/rampa entre a copa das árvores paralela à divisa do terreno.

Seis pilares, apoiam duas grandes vigas (paredes) de concreto, estrutura primária do piso e da cobertura executados em vigas metálicas e lajes pré-fabricadas. O bloco menor, projetado como uma ponte composta por vigas metálicas e laje, faz a ligação entre o bloco longitudinal e o da piscina, constituindo um terraço elevado, do qual pode se avistar a “Pedra da Gávea”, maciço rochoso ícone do Rio de Janeiro. A sombra deste bloco abriga a área de refeições, cozinha e área de serviço, protegidas por grandes esquadrias, que abertas fazem estes ambientes parte do jardim.

As duas vigas de concreto laterais que envolvem o bloco maior são anteparos que protegem a casa do sol e da chuva, isolando os paramentos dos ambientes, esquadrias e paredes, solução decisiva para o conforto ambiental em uma região tropical.

A sala elevada, aberta para o exterior por grandes esquadrias recuadas em relação à cobertura, se comunica diretamente com o solário, com o jardim interno, bem como com a lateral Oeste. As únicas aberturas diretas na empena de concreto para o exterior são as do corredor, espaço de uso transitório, onde foram aplicados vidros coloridos (fundos de garrafas) filtrando a luz do sol que aí incide (Oeste).

Sob o bloco maior, estão o quarto de hóspedes, uma ante-sala para receber as visitas e o quarto de serviço.

Informações complementares

Área construída: 400.00m²
Área do terreno: 900.00 m²

Powered by aware