Contact
Subscribe to our newsleter
Free Design Software
rfq rfq

Painel Arga

DESCRIÇÃO

Fruto da evolução do Painel Plus Perfrisa®, a utilização do Painel Arga é destinada ao revestimento de fachadas que exijam uma estética mais cuidada, podendo ser colocado em posição vertical e horizontal.

É constituído por um perfil exterior completamente liso em aço galvanizado com 0,7 mm. de espessura, um núcleo central isolante de espuma de poliuretano com 50 Kg/m3 de densidade e um perfil interior liso, cuja composição é idêntica ao perfil exterior, com 0,5 mm de espessura.


VANTAGENS

O Painel Arga oferece as últimas e mais avançadas tendências arquitectónicas no desenho de fachadas industriais e urbanas. A simplicidade das suas linhas, a possibilidade de integrar caixilharias metálicas, a sua modulação variável, bem como as suas soluções de junções curvas ou em aresta, permitem o projectista criar novas formas funcionais e estéticamente atractivas.

Tudo isto é resultado da aplicação das últimas técnicas de enformação a frio, obtendo assim um painel que reúne duas características fundamentais: Resistência e Planicidade.

A possibilidade de modular com passos diferentes, 600 - 900 - (1000) mm., e a ensamblagem macho-fêmea com fixação oculta, permitem realizar combinações estéticas que oferecem uma diferenciação em relação às fachadas construídas com outros materiais.



ESPECIFICAÇÕES

O Painel Arga de 35 e 50 mm de espessura com: 600 - 900 - (1000) mm de largura.

Constituído por duas chapas:
- uma exterior em aço galvanizado e lacado, com acabamento em: PVDF ou poliéster com 0.7 mm de espessura;
- outra interior em aço galvanizado, com acabamento em poliéster de 0.5 mm de espessura, com isolamento térmico intermédio de poliuretano injectado, com 50 Kg/m3 de densidade.

Fabrico

O fabrico em contínuo deste painel permite-nos garantir a uniformidade da qualidade deste produto, bem como grande agilidade de planificação.

O Painel Arga é utilizado para revestimentos de qualquer tipo de fachadas arquitectónicas, tanto para edifícios industriais como urbanos.

É muito recomendável também a sua utilização combinada em fachadas construídas com outros materiais, dotando o conjunto de um design muito original.

FORMAS, DIMENSÕES E PESOS




COMPOSIÇÃO E FABRICO

Face exterior:

Está formada por um perfil de Alumínio lacado conformado a frio, apresentando uma resistência excelente contra a corrosão e uma resistência mecânica média, especialmente indicada para a sua utilização em fachadas. Este material cumpre com os valores ditados pela Aluminium Association (AA), Afnor e UNE 38-381. Sob consulta, este perfil pode ser fabricado em cobre de 0,8 mm. de espessura.

Face Interior:

Do mesmo acabamento que a face exterior, para os casos onde tal acabamento seja visível desde o interior. Nos casos onde estiver oculto, será constituído por uma chapa de aço de 0,5 mm. de espessura, galvanizada por imersão num banho de zinco fundido, conforme norma UNE 36130-z-275.

Isolamento:

O espaço compreendido entre ambos perfís é preenchido completamente por injecção de espuma rígida de poliuretano ou de polisocianurato (Densidade 50 kg./m.³).


O fabrico deste painel numa linha contínua, permite garantir a uniformidade da qualidade deste produto, bem como uma grande agilidade de planificação.

REFERÊNCIA DE OBRAS


Emporium Holding (Madrid)

CONTROLOS DE QUALIDADE, ENSAIOS E HOMOLOGAÇÕES

O PAINEL PLUS PERFRISA, como o resto dos paineis da CONSTRUCTALIA, é fabricado conforme norma UNE 41-950-94 parte 1 (Painel de poliuretano com camadas de revestimento metálicas) e UNE 41-950-94 parte 3 (Métodos de Medição e Ensaios). Igualmente, este painel foi submetido a ensaio no Instituto Eduardo Torroja, obtendo o respectivo Documento de Idoneidade Técnica (DIT nº 183).


 ACERALIA TRANSFORMADOS possui desde o ano 1991 o Certificado de Registo de Empresa emitido pela AENOR, conforme as exigências da Norma Espanhola UNE 66.902 – ISO 9002 – EN 29002 Sistemas de Qualidade.



Nos nossos laboratórios são realizados os seguintes controlos:

  • Matérias-primas: Do aço galvanizado, são realizados testes de composição química, espessura da galvanização, testes de dobragem e alongamento, bem como de aderência do zinco ao aço. Do aço pré-pintado (Poliester, Plastisol PVF 2), são realizados testes de cor, aspecto, aderência, resistência à névoa salina, comportamento perante raios ultra-violetas, etc.
  • Controlo durante o processo de fabrico: existe um controlo ocular permanente e uma amostragem periódica, onde são medidos o tempo de reacção, concentrações, temperaturas, velocidade da espuma, tempo de cura, etc.
  • Controlo produto acabado: periódicamente é realizada uma amostragem na saída da linha, onde são medidas a resistência mecânica, aderência e densidade, controlo dimensional e físico sob diferentes temperaturas.

ACABAMENTOS E CORES


A ArcelorMittal Construcción, sob consulta prévia, oferece ainda a possibilidade de fornecer outras qualidades e cores não descritas nesta carta.

*Serviço exclusivo para Encomendas mínimas de: Painel, 1.500 m²; Chapa: 1.000 m².

Prazo de entrega aproximado: 8 semanas.


GRÁFICO DE UTILIZAÇÃO


Flecha=L/180

ARQUIVOS CAD









UTILIZAÇÃO

  • O Painel Plus Perfrisa é utilizado para revestimentos de todo tipo de fachadas arquitectónicas, tanto para edifícios industriais como urbanos.
  • É recomendável também, a utilização combinada deste painel em fachadas construídas com outros materiais, obtendo-se um conjunto com um design muito original.

INFORMAÇÃO GRÁFICA


O particular design da junta ventilada do Painel Plus Perfrisa® tem permitido desenvolver um sistema de amarração que garante a perfeita fixação do painel na estrutura suporte.

As vantagens que este sistema traz, traduzem-se em: Uma perfeita vedação. Um sistema de amarração com parafusos ocultos ao exterior. Uma redução do número de operações a realizar durante a montagem.

Em geral, este sistema consta de dois elementos.

Grampo de amarração: Peça utilizada para distribuir pelo painel a pressão dos parafusos de fixação na estrutura. Fabricada em aço com um revestimento contra a corrosão, possui três furos onde se alojam os parafusos com anilha prensada.

Junta Vertical: Trata-se duma ómega realizada em alumínio e provista de um tapajuntas, feita do mesmo material, que oculta os parafusos. A sua montagem vertical permite unir dois painéis contíguos, garantindo a capacidade estanque desta união e ao mesmo tempo conseguindo criar na mesma fachada diversos planos construtivos.



ACERALIA TRANSFORMADOS realiza um exaustivo processo de controlo de qualidade cujo procedimento é o descrito a seguir:

Controlo Matérias-primas: Nos nossos laboratórios são realizados testes de composição química, dobragem e alongamento, testes de cor, aspecto, encaixe e comportamento perante os agentes químicos dos elementos que vão fazer parte do painel.

Controlo Processo de Fabrico: Existe um controlo ocular permanente e também uma amostragem periódica onde se medem os tempos de reacção, concentrações, temperaturas, velocidade da espuma e tempos de cura e aderências.

Controlo Final Produto Acabado: Na saida da linha de painel, é realizada uma amostragem onde se medem a resistência mecânica, aderência e densidade da espuma, controlo dimensional e controlo físico, sob diferentes temperaturas.






*Canto Injectado de Raio 450 mm.







*Canto injectado de Raio 80 mm






*Canto injectado de Raio Vivo






*Canto de Painel em Aresta Viva
























MANUTENÇÃO

Os revestimentos da ArcelorMittal Construcción cumprem todas as exigências regulamentares e são garantidos pela experiência acumulada duma empresa dedicada ao estudo, fabrico e montagem dos mesmos desde 1965. Por isso, são feitos para durar. Porém não são eternos. A seguir, incluimos algumas indicações sobre como aumentar a vida útil do Painel ARGA mantendo-o em condições óptimas.

Em princípio, bastaria simplesmente reapertar as fixações a cada dois anos, ou períodos inferiores caso a estrutura-suporte esteja submetida a vibrações por efeitos de máquinas interiores. Contudo, é aconselhável apertar novamente as fixações após vendavais intensos. Se, por causa de ventos fortes, houver fixações soltas, é imprescindível proceder à sua reparação imediata, pois o vento que se filtra pela fissura poderia causar danos irreparáveis em todo o revestimento.

Remates de Fachada: deve-se dar especial atenção a esta unidade construtiva. Assim que for detectada qualquer anomalia nas fixações destes remates, ou após vendavais intensos (ou em qualquer caso, uma vez por ano, coincidindo com a época seca), é preciso verificar o seu estado, apertando de novo e reparando, se necessário, os elementos soltos ou frouxos. Deve-se ter em conta que a acção continuada do vento sobre um remate solto pode causar danos irreparáveis no revestimento, tanto de fachada como de cobertura.

Tubos de queda: se a manutenção das caleiras for correcta, os tubos de queda não exigem qualquer precaução especial. Será suficiente verificar regularmente o estado das braçadeiras e da selagem das uniões, corrigindo qualquer defeito detectado.

Seja qual for o sistema escolhido para realizar as operações de manutenção (andaimes de torre, pendurados, dispositivos telescópicos, etc.), é preciso certificar-se de que os operários conhecem e respeitam todas as normas de segurança e as instruções do fabricante do sistema utilizado.

Powered by aware